6 de fevereiro de 2015

Côte d'Azur | Mónaco



O Mónaco encanta qualquer um. Não pela sua beleza, que na verdade não nos deixou de queixo caído, mas pelo facto daquele território - muito mais pequeno do que a freguesia onde moro - ser um um local autónomo, com as suas próprias leis, povo, identidade, príncipes e princesas. E é-o há mais de 700 anos. E permaneceram praticamente intocáveis comparativamente a tudo o que acontecia nas terras vizinhas. E, hoje em dia, a sua economia é alimentada por pessoas endinheiradas, que potenciam cada vez mais o turismo de luxo na região. O Mónaco daria um excelente study case de 'Como Continuar a Ser um Micro-Estado Independente Há Quase 1000 Anos?'. E tem como pormenores os seus espantosos 2,02 km2, ter crescido pelo seu rochedo acima com construções vertiginosas e ter pouco mais de 35.000 habitantes. Uma salva de palmas, por favor!

E como fomos parar ao Mónaco? Bem, estando em Nice, fica mesmo ali ao lado. A rede de transportes de Nice abrange uma vasta área fora da cidade, incluindo o Principado do Mónaco, em que por 3€ por pessoa vai-se e volta-se de autocarro (carreira 100). Também é possível ir de comboio mas ficava mais barato ir de autocarro e, mesmo sendo mais tempo de viagem, sabíamos que o percurso seria brindado com bonitas paisagens, por isso, optámos também por esta via. Apanhámos um dia muito cinzento, por isso, as fotografias também estão com esse ar. Choveu muito, a humidade também não era pouca. Foi o único dia em que quando acordei só queria ter ficado na cama. Mas jamais iria desperdiçar um dia de viagem e, neste caso, perder a oportunidade de visitar o Mónaco.


As terras monegascas, antes de o serem, tiveram os lígures como a sua primeira população sedentária. Por lá também estiveram os fenícios, os gregos, os cartagineses e os romanos. E quando o Império Romano se desmoronou no século V, este pedacinho de terra começou a ser invadido por vários povos, foi anexado a diversos reinos e até este sob domínio muçulmano. Resumindo a longa história, no século XII, o território que hoje conhecemos como Mónaco, passou a pertencer à República de Génova. Em 1297, foi conferida a soberania do território a uma família nobre genovesa, os Grimaldi. Entre algumas disputas com forças genovesas para manter a sua independência e o reconhecimento de uma filha ilegítima (por não haver herdeiros) e não voltar a ser anexado a França, o Mónaco de hoje mantém-se independente e gerido pela família Grimaldi.

E chegando ao Mónaco, o que visitar? O Mónaco é dividido em 9 áreas, embora não tenhamos visitado todas. Fomos logo para Monaco-Ville, que é a parte mais antiga e alta do Principado, e começámos por lá o nosso percurso conhecendo: o Palais Princier, a Place du Palais, as ruelas medievais, os Jardins Saint-Martin, o Palais de Justice, a Cathédral de Monaco, o Musée Océanographique, a Chapelle de la Visitation, a Chapelle de la Mesericorde. Com pena minha não chegámos a ver o Fort Antoine. Ali perto temos a área de Fontvieille, considerado o bairro high-tech por ter muitas empresas do sector lá sediadas.

Ao descer da parte antiga, fizemo-lo pela Avenue de la Porte Nueve e íamos parando constantemente para admirar aquela paisagem. Descidos lá do alto, chegámos à zona de Condamine, passámos pela Place d'Armes, caminhámos ao lado do Port Hercule e, em vez de passarmos por Moneghetti, optámos por ir directamente para Monte Carlo. Aí encontrámos o Casino e Opéra Monte Carlo, pelo que para quem quiser entrar neste ex libris do Mónaco, a entrada é 10€. E decidimos ficar a passear pelos conhecidos Jardins et Terrace du Casino. No entanto, ainda se pode andar mais um pouco até Larvotto e visitar o Grimaldi Forum, o Jardin Japonais.


Dica: Passear pelo Mónaco significa andar a subir e a descer constantemente, não ficasse o Principado num terreno complicadinho. Por isso, calçado confortável é altamente aconselhável.


Viagem: Outubro 2014
Fotos: Carina Teixeira

3 comentários:

  1. Também já estive no sul de frança em Nice! E estávamos muito perto do Monaco entao iamos sempre lá.
    Fotografias muito bonitas :)
    xo, S
    check out my personal and travel blog ♥

    ResponderEliminar
  2. já estive em Nice, mas nunca fui ao Monaco.. hei-de ir! eheh

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...